23 agosto 2016

Esquadrão Suicida ou Esquadrão da Arlequina?


Ooi gente, tudo bom??
Eu demorei para ir ao cinema assistir Esquadrão Suicida por conta das criticas que eu li. E sinceramente foi a melhor coisa que fiz, fui com as expectativas bem baixa e não me decepcionei tanto por não esperar muita coisa.
Não sou nenhuma crítica de cinema mas pude notar inúmeras falhas na história que é muito fraca, nos diálogos pobres, as ações superestimadas e no desenvolvimento falho de personagens.


Assim como a grande maioria falou, a Margot Robbie realmente roubou a cena com sua interpretação da Arlequina. Sua personagem é bem maluquinha, super sexy e irônica sendo então o destaque do filme. Talvez a única personagem que mesmo com alguns pontos distorcidos em sua original história conseguiu cumpriu seu papel de vilã e que segurou o público.


Sobre o Coringa do Jared Leto ser o  pior que já vimos é cruel falar já que o personagem não teve um papel importante no foco do esquadrão, ele serviu como motivação para a Arlequina. O visual sim foi muito extremo e forçado, e sua paixão absurda pela Arlequina me deixou um pouco confusa. Talvez se o personagem fosse melhor explorado não seria tão decepcionante.



Será que o Will Smith foi a melhor escolha para o papel do Pistoleiro? Achei o personagem muito sentimental e não um mercenário. Ainda com esse defeito, ele foi um dos vilões mais destacados no filme e o cara mais focado em sua missão.


O Bumerangue foi inútil do começo ao fim, não tenho outra palavra para descrever. Achei um desperdício colocar o Jai Courtney no elenco e não explorar sua atuação, acredito que se tivesse chance ele faria um personagem bem interessante.


Eu esperava mais destaque no El Diablo levando em conta o seu poder e sua personalidade forte. Teve uma função útil no filme mas que ninguém vai dar muito destaque já que quem colocou fim no "mal" foi a queridinha Arlequina.


Crocodilo e Katana não tiveram praticamente nenhum destaque e são personagens fortes que a DC poderia ter trabalhado melhor.


Agora vamos falar de Cara Delevingne como a vila dos vilões... eu que já não aprovo a atuação da moça em Cidades de Papel com toda certeza não gostei de seu papel nesse filme. Além de não gostar de suas caras e bocas, seu personagem que já foi mal desenvolvido foi muito mal interpretado.


O Flag é aquele cara movido pelo amor, ele tenta bancar o durão na frente dos vilões, tenta mostrar respeito mas acaba se rendendo aos caras maus.


Outro desperdício nesse filme foi a Viola Davis que é a grande chefona dessa organização do mal. Ela é persuasiva, uma mulher forte e poderosa que não deixa se intimidar por ninguém. Poderia ter sido trabalhada melhor? Sim mas não foi a pior personagem do filme.


A trilha sonora do filme é composta por várias músicas fortes que foram aplicadas em cenas de adrenalina com a intenção de deixar o telespetador ansioso o que funcionou um pouco. O final cheio de luzes em volta do vilão foi completamente desnecessário e superestimado.
Esperava muito mais da história em resumo o filme é uma copia barata de Vingadores (Marvel) porém ao invés de ter heróis, temos vilões sendo mascarados de heróis.


Essa foi minha opinião sobre o filme, me conta nos comentários a sua e se você ainda não foi nos cinemas assistir Esquadrão Suicida e mesmo depois de tantas criticas quiser assistir recomendo que vá em dia de promoção do cinema para não desperdiçar seu precioso dinheirinho.
Um beijo e até o próximo post.

7 comentários:

  1. Amei a sua critica!! Concordo com o que vc escreveu realmente a DC deixou a desejar e muitoo! Não gostei do filme.

    ResponderExcluir
  2. Um dos acertos do filme foi a Alerquina, sem dúvidas. Quanto ao pistoleiro, o talento e experiência salvaram o personagem ao meu ver, sendo que ele é basicamente isso mesmo na maioria das versões.

    Agora o Coringa do Leto é horrível e superestimado. Talvez nesse primeiro filme devessem apenas ter mencionado ele algumas vezes, criar uma vontade maior de ver e abrir mais tempo do anterior que foi tão emblemático.

    Bom, aconselho a assistir a animação Batman: Assault on Arkhan, que apesar do nome tem como foco o Esquadrão Suicida e a também ler nossa crítica lá no blog: http://www.checkpoint42.com.br/2016/08/cinema-afins-42-resenha-esquadrao.html, não fui eu que escrevi, mas foi um membro do time.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A crítica de vocês é maravilhosa 😉 vou assistir a animação sim, obrigado pela visita!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu amei o filme, o coringa realmente não foi bem mostrado mas porque ele não faz parte do esquadrão, só apareceu pra pegar a Harley de volta porém eu queria cenas dele e da Harley mais real, ele maltratando ela mesmo porque ele só bonzinho com ela quando só quando quer algo, pelo menos em todas as cenas do desenho mesmo é assim. Acho que por eu ainda não ter lido as HQ's não achei tão ruim quando diziam, pra mim valeu cada centavo do meu dinheiro <3 mas sim, senti falta de umas cenas.
    Menina Psicótica

    ResponderExcluir